Páginas

26 julho 2014

Vem!


        O mundo todo me convence. Tenta convencer. De quê? Ora, de quê! De tudo. Olhe os outdoors publicitários, os discursos, as pichações nos muros das ruas, as religiões, as doutrinas filosóficas, a historiografia. O colono versus o anti-colonialista, o anti-semita e o sionista, o católico, o evangélico, o espírita. O islâmico e o budista. "Vem!" São certos e seguros.
        A palavra é o que de mais poderoso têm as humanas gentes. Pela palavra o homem se excede. Não se basta. Pela palavra logra fazer a cabeça de outro alguém. Está certo. É sua convicção primeira.
        Hoje mesmo meu intento é convencê-lo, a si, leitor: essa coisa é um erro. O homem mais feliz do mundo não tem tal preocupação.
        Citando José Régio: "Quando me dizem: "vem por aqui!" / Eu olho-os com olhos lassos, / (Há, nos olhos meus, ironias e cansaços) / E cruzo os braços, / E nunca vou por ali..."


2 comentários:

  1. Write more, thats all I have to say. Literally, it seems as
    though you relied on the video to make your point. You clearly know
    what youre talking about, why waste your intelligence on just posting videos to your site
    when you could be giving us something enlightening to read?



    Here is my webpage ... Fantastic Dental Work By Arthur Kezian

    ResponderExcluir

"Seja bem vindo quem vier por bem."